Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Dívida. Juros de Portugal e dos periféricos em baixa

  • 333

A terceira semana de fevereiro abre com os juros das Obrigações do Tesouro a 10 anos a caírem para 3,6% no mercado secundário, depois de um pico de 4,5% na quinta-feira passada. O prémio de risco da dívida portuguesa continua a descer

Jorge Nascimento Rodrigues

As yields das Obrigações do Tesouro (OT) português no prazo de referência, a 10 anos, continuam a queda iniciada sexta-feira no mercado secundário da dívida soberana, depois de um pico na quinta-feira passada em que atingiram 4,5%, um máximo de dois anos.

Na abertura desta segunda-feira, as yields das OT na linha que vence em julho de 2026 (e que foi lançada em janeiro) desciam para 3,63%, um recuo de 10 pontos base em relação ao fecho de sexta-feira passada (em 3,73%).

O movimento de descida das yields das obrigações no mercado secundário abrange hoje todos os periféricos, mas Portugal lidera as quedas.

O prémio de risco da dívida portuguesa caiu esta segunda-feira para 335 pontos base, uma descida de 12 pontos base em relação ao fecho da semana passada, em que o prémio chegou a galgar a barreira dos 430 pontos base na quinta-feira, um nível que já não se registava desde outubro de 2013. Cada 100 pontos base equivalem a 1 ponto percentual de diferença em relação ao custo de financiamento da dívida alemã.