Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Concessão de vistos gold cai para metade em janeiro

  • 333

No mês de Janeiro, foram concedidos 65 vistos gold, um decréscimo de 30 vistos face ao mês anterior, em que se registou um total de 95 vistos atribuídos

O Estado português concedeu 65 vistos gold em janeiro deste ano, menos 31% face a último mês de 2015.

Os dados agora revelados indicam que a China continua a ser o país com mais vistos atribuídos (46), seguido do Brasil, com apenas 5 vistos.

De acordo com a Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária (APEMIP) foram concedidas, até ao final de janeiro de 2016, "2853 Autorizações de Residência para Investimento (ARI), das quais 2697 por via do requisito da aquisição de bens imóveis".

Em termos de investimento, desde a criação do regime de vistos gold, chegaram já por esta via a Portugal cerca de 1,7 mil milhões de euros, "sendo que a aquisição de bens imóveis supera já os 1,5 mil milhões de euros o que confirma a importância deste Regime na captação de investimento para Portugal", sublinha aquela associação em comunicado.

Luís Lima, presidente da APEMIP, sublinha que “este decréscimo é um péssimo sinal para o mercado e para a sustentabilidade deste programa". E acrescenta ainda que este tipo de quebras dá aos potenciais investidores, "uma imagem de ineficácia do programa que põe em causa a sua credibilidade. O processo de atribuição de vistos continua estagnado e, infelizmente, a sua normalização parece não estar em vista".

O mesmo responsável conclui que "o país, as autarquias e os agentes de mercado continuam a perder este investimento que tanta falta faz, sem se perceber porque motivo”.