Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Fornecedores históricos da PT substituídos

  • 333

Armando Pereira, acionista e presidente da PT, está a apertar nos custos e a introduzir novos fornecedores

Lucília Monteiro

A Sudtel e a TNord, duas empresas criadas em setembro de 2015, vão substituir a Visabeira na instalação de fibra ótica

As mudanças na PT Portugal avançam em força. Após uma profunda reorganização ao nível dos trabalhadores, dos cortes nos custos com os prestadores de serviços e da redução do outsourcing, começam a ser substituídos enquanto fornecedores antigos acionistas do operador histórico de telecomunicações.

A Visabeira, apesar de continuar a trabalhar para a PT, já não é quem, como era habitual, irá instalar a nova rede de fibra ótica da MEO, soube o Expresso. Quem o irá fazer são duas novíssimas empresas, criadas em setembro de 2015, já depois da franco-israelita Altice ter tomado o controlo e a gestão da PT Portugal. Uma delas chama-se Tnord Tech e tem sede em Braga, a outra Sudtel Tecnologia e a sede é em Lisboa. Estão ligadas a uma empresa chamada ERT Holding, com sede no Luxemburgo. Dedicam-se à construção e manutenção de redes, à manutenção de equipamentos e à gestão de projetos de telecomunicações. A TNord tem como representante, enquanto procuradora da ERT e da Daxa Participações, a advogada bracarense Joana Whyte. Já a Sudtel tem como líder e representante dos acionistas Miguel Amorim, gestor que tem um gabinete na sede da PT Portugal, em Picoas.

Leia mais na edição deste fim de semana