Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Centeno. “Não posso responder se as 35 horas avançam este ano”

  • 333

Marcos Borga

O ministro das Finanças diz não conhecer ninguém que não mereça trabalhar até menos do que 35 horas semanais, mas a medida só avança se a despesa não aumentar

O ministro das Finanças, Mário Centeno, não confirma se a redução do horário de trabalho de 40 para 35 horas semanais na função pública avança já este ano.

Tal só acontecerá, segundo o ministro, "quando conseguirmos garantir do ponto de vista do Governo que esta medida se pode começar a aplicar, tendo garantias de não aumento da despesa".

Leia mais na edição deste sábado do Expresso.

  • Centeno: “Este não era o cenário fiscal que eu queria”

    OE-2016 estabelece novo recorde fiscal: nunca se cobraram tantos impostos em Portugal. Austeridade agravada em €186 milhões. Maioria das famílias sai a ganhar com novas regras do IRS. Regresso das 35 horas semanais na Função Pública em risco este ano. Gestores, empresários e economistas analisam o Orçamento