Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

ACAP diz que imposto automóvel aumenta 15%. Só pode ser engano!

  • 333

A associação automóvel de Portugal diz que o agravamento do Imposto sobre Veículos agrava a receita em 90 milhões de euros e que os carros de baixa cilindrada são mais penalizados

Só pode ser engano! Para o secretário geral da associação Automóvel de Portugal (ACAP), Hélder Pedro, "o Orçamento de Estado para 2016 prevê um agravamento de 15% no Imposto sobre Veículos automóveis, o que determina um aumento de receita de 90 milhões de euros". comentou ao Expresso.

"A tabela que a ACAP viu só pode estar mal feita, pois parece ter sido construída de forma precipitada, porque tem muitas incongruências, como, por exemplo, tributar mais os veículos de baixa cilindrada", refere Hélder Pedro.

"Já em anos anteriores houve erros e enganos nesta área que depois foram corrigidos na discussão efetuada na especialidade", refere Hélder Pedro, considerando que "a tabela atual é irrazoável, tem uma tributação muito gravosa para o sector e tem um agravamento da tributação ambiental sobre emissões de CO2 também da ordem dos 15%".

"Aqui o que menos se entende é que o Governo tenha aplicado os maiores agravamentos das tabelas nos escalões mais baixos, o que entra em contradição com o que tem vindo a ser dito pelo executivo", comenta o secretário geral da ACAP.