Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Ex-alunos do The Lisbon MBA ganham prémio internacional

  • 333

A Zaask, de Luís Martins e Kiruba Eswaran, foi reconhecida como melhor startup do mundo nascida num MBA.

D.R.

A plataforma portuguesa de contratação de serviços Zaask, criada por dois antigos alunos do The Lisbon MBA, sagrou-se vencedora da edição 2016 dos MBA Awards, na categoria de “MBA Entrepreneurial Venture”, o galardão atribuído anualmente pela Association of MBAs (AMBA) que distingue o melhor projeto empresarial criado a partir de um MBA

Catia Mateus

Catia Mateus

Jornalista

A tecnológica Zaask, criada por dois antigos alunos do The Lisbon MBA, venceu a edição de 2016 dos MBA Awards, na categoria de “MBA Entrepreneurial Venture”, o galardão atribuído anualmente pela Association of MBAs (AMBA) e que distingue o melhor projeto empresarial criado a partir de um MBA.

O Expresso já tinha anunciado (http://expressoemprego.pt/noticias/ha-uma-startup-portuguesa-entre-as-melhores-do-mundo/3974) que Luís Martins e Kiruba Eswaran, a dupla de mentores da plataforma portuguesa de contratação de serviços Zaask, estava entre o restrito lote de seis finalistas ao prémio de melhor startup do mundo criada num contexto de MBA, o galardão atribuído anualmente pela AMBA. Sabe-se agora que o projeto, consolidado a partir da participação dos dois empreendedores no The Lisbon MBA – o MBA que une Nova School of Business and Economics e a Católica-Lisbon SBE -, alcançou a 29 de janeiro, numa cerimónia em Londres, o reconhecimento mundial, ao sagrar-se vencedor na categoria de “MBA Entrepreneurial Venture”, a melhor startup do mundo nascida num MBA.

A plataforma criada por Luís Martins e Kiruba Eswaran, e agora distinguida, está focada em “ajudar os clientes a encontrar o profissional certo para realizar qualquer tipo de serviço, em qualquer local e à hora que necessite, melhorando significativamente o processo de contratação do mesmo, aumentando, igualmente, o volume de negócios de empresas e profissionais qualificados”. A Zaask conta atualmente com uma equipa de 30 colaboradores e serve uma comunidade de mais 35 mil utilizadores registados. No último ano, a plataforma “permitiu aos profissionais gerar uma faturação acima dos 25 milhões de euros”, explica Luís Martins, CEO da Zaask. Para o empreendedor, “o prémio reconhece, por um lado, a Zaask como um projeto de grande sucesso a nível mundial, em que a inovação e a criação de valor são marcas distintivas e, por outro, reconhece também o The Lisbon MBA enquanto ferramenta educativa que permite aos gestores e empreendedores acrescentarem valor aos seus negócios”.

Os MBA Awards, promovidos pela Association of MBAs, procuram reconhecer o talento e as contribuições feitas pelas escolas e pelos seus alunos, nos MBAs e na comunidade em geral, premiando o que de melhor se faz nas escolas de negócios de todo o mundo, na vanguarda da excelência em liderança. Luís Martins e Kiruba Eswaran competiram nesta final com um conjunto de seis finalistas mundiais, entre os quais se incluem uma plataforma de dadores de sangue, a Bloode, saída da Universidade de Atenas e uma plataforma de leilão de bilhetes para jogos de futebol, a Never Empty saída da espanhola IE Business School. O prémio veio para Portugal.