Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Práticas anticoncorrenciais levam a buscas no sector do crédito especializado

  • 333

Autoridade da Concorrência realizou esta quinta e sexta-feira buscas e apreensões em 13 instalações de várias instituições de crédito especializado, na grande Lisboa. Em causa estão alegadas práticas anticoncorrenciais

A Autoridade da Concorrência (AdC) confirmou que fez esta quinta e sexta-feira "diligências de busca e apreensão em 13 instalações de diversas instituições de crédito especializado, localizadas na zona da Grande Lisboa, no âmbito de duas novas investigações por práticas anticoncorrenciais", adianta o regulador em comunicado.

As buscas, explica fonte oficial da Concorrência, serviram para encontrar "indícios de práticas anticoncorrenciais de troca de informação comercial sensível no sector do crédito especializado", o que a acontecer "fundamenta suspeitas de infração à Lei da Concorrência e ao Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia".

O objetivo das buscas é obter "prova de ilícitos jusconcorrenciais", sublinha a AdC. Mas explica, isto não quer dizer que "as empresas visadas venham a ser objeto de condenação", nem está implícito "um juízo sobre a culpabilidade da sua conduta no mercado".

Estas diligências não afetaram a normal atividade das empresas envolvidas, salienta a AdC. As diligências em causa foram efetuadas pelo regulador da concorrência, em colaboração com o DIAP e o Tribunal de Instrução Criminal.