Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Empresários querem investir €7 mil milhões

  • 333

Brito Fernandes, administrador da Microlime, conseguiu fundos europeus

Marcos Borga

Projetos da indústria transformadora e na região Norte lideram corrida aos novos incentivos europeus do Portugal 2020. Aprovados €700 milhões em 2015

Vontade de investir é o que não falta nos concursos que dão acesso aos novos fundos europeus do Portugal 2020.

Desde que a corrida aos novos sistemas de incentivos empresariais começou nos últimos dias de 2014 já se registaram mais de 12 mil candidaturas que se propõem a investir €7,1 mil milhões na economia portuguesa com o apoio deste dinheiro de Bruxelas.

Em cada dez propostas de investimento, cinco vêm de microempresas, três de pequenas empresas e uma de empresas de média dimensão. Quanto ao bolo do investimento, as fatias são praticamente iguais: as médias empresas estão prestes a atingir €1,6 mil milhões de intenções de investimento enquanto as micro, as pequenas e as grandes empresas já ultrapassaram a barreira dos €1,7 mil milhões em candidaturas às dezenas de concursos que entretanto abriram durante o ano 2015.

Leia mais na edição deste fim de semana