Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Drahi deixou-se arrebatar pela PT Inovação e elogiou a "eficiência" dos trabalhadores portugueses

  • 333

Quando visitou a PT Inovação, na companhia de Armando Pereira, ainda o negócio de compra da PT Portugal estava a ser fechado, Patrick Drahi ficou surpreendido com as infraestruturas e a competência dos trabalhadores e decidiu que o negócio era para manter. Dono da PT elogia trabalhadores portugueses

“Quando compramos a PT Portugal não sabíamos se iríamos manter ou não a PT Inovação. Mas quando a visitei com o Armando (Pereira) gostamos muito do que vimos aqui e decidimos mantê-la não apenas como plataforma para Portugal, mas para todo o grupo Altice”, afirmou o magnata Patrick Drahi, em Aveiro, no lançamento da Altice Labs, empresa que agregará todo o investimento em inovação do grupo e terá o seu centro em Portugal.

“(O investimento na PT) foi uma muito boa surpresa. Gosto de Portugal e do Armando. Gosto muito da maneira como as pessoas trabalham em Portugal, são muito eficientes. Sei que o país está a atravessar muitas dificuldades, mas os portugueses são muito bravos, muito corajosos. São trabalhadores com muita qualidade”, afirmou Patrick Drahi, o sexto homem mais rico de França.

O lançamento da Altice Labs foi o primeiro evento público em que o líder e maior acionista da Altice, o magnata Patrick Drahi, participou em Portugal. Um encontro onde esteve também o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, o secretário de Estado da Indústria, e boa parte dos quadros de topo da Altice, assim como os presidentes de algumas operações internacionais como é o caso da norte-americana, da francesa SFR e da israelita Hot.

A Altice, esclareceu Drahi, investe 5 mil milhões de euros por ano, agora uma parte será canalizada para investigação em inovação. Em Portugal adiantou, sem precisar, irá investir algumas centenas de milhões, cerca de 500 milhões, admitiu.