Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa de Lisboa abre a subir 1,51%

  • 333

Bolsa portuguesa reage a três sessões negativas consecutivas, num dia marcado pela suspensão da venda a descoberto das ações representativas do capital da Mota-Engil

A Bolsa de Lisboa abriu esta manhã em terreno positivo, com o PSI20, o índice de referência, a subir 1,51%, para os 4.723,81 pontos, dia em que a negociação de ações da Mota-Engil está suspensa.

Na segunda-feira, a Bolsa de Lisboa encerrou em queda pela terceira sessão consecutiva, com o índice PSI20 a recuar 3,71%, para 4.653,56 pontos e a Mota-Engil a cair 18,59%.

Durante a manhã de segunda, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) suspendeu a negociação das ações da Mota-Engil, que chegaram a cair 21,64%, mas depois a suspensão seria levantada. Já ao final da tarde, a CMVM decidiu proibir a venda a descoberto das ações representativas do capital da Mota-Engil esta terça-feira.

Num comunicado enviado após o fecho do mercado, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) decidiu "a proibição das vendas a descoberto das ações representativas do capital social da Mota-Engil no mercado regulamentado gerido pela Euronext Lisbon [bolsa de Lisboa] (...), com efeitos a partir das 00h de 19 de janeiro de 2016 e até às 23h59 do mesmo dia".

A Autoridade Europeia dos Valores Mobiliários e dos Mercados (ESMA, na sigla inglesa) será notificada desta decisão da entidade liderada por Carlos Tavares, informa ainda a CMVM.