Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Portugal eleito pela Mercedes para nova apresentação mundial

  • 333

Daimler AG - Global Communications Mercedes-Benz Cars

O novo modelo da classe E - um dos automóveis mais representativos da marca alemã - é apresentado em Portugal durante três semanas em março

A berlina mais vendida da marca Mercedes - o classe E - tem a apresentação marcada para Portugal durante as três primeiras semanas de março, numa operação de logística internacional destinada a mais de 30 países, entre mercados europeus, asiáticos e africanos, confirmou ao Expresso a marca alemã.

A operação ainda está a ser preparada pela Mercedes-Benz, tendo iniciado esta semana o reconhecimento dos itinerários entre Lisboa e o Estoril. Também está a ser feita a montagem de todo o evento, com a definição dos meios envolvidos em logística, mecânica, técnicos de marketing e engenheiros, sendo ainda imprevisível o custo total exacto desta apresentação internacional.

"Até os próprios preços dos carros, que hoje foram definidos na Alemanha, ainda estão a ser negociados para o mercado português, sendo certo que o preço do modelo tradicionalmente mais vendido no mercado nacional - o E 220 d - beneficiará do facto de ter o novo motor com menor cilindrada, com 1950 centímetros cúbicos, mas com maior potência, pois tem 195 cavalos, e um consumo inferior, de 3,9 litros a cada 100 quilómetros", explica André Silveira, da equipa re comunicação da Mercedes-Benz Portugal.

A nova berlina da classe E tem linhas muito semelhantes ao modelo de topo de gama da classe S, mas é em tudo mais pequena, apesar de ter aumentado as dimensões face ao anterior classe E.

O modelo E 350 d recebe um motor de 2987 centímetros cúbicos com 258 cavalos, garantindo-lhe uma aceleração dos zero aos 100 quilómetros-hora em 5,9 segundos, com um consumo combinado de 5,1 litros aos 100 quilómetros, que é um dos melhores desempenhos de sempre para este segmento de motores.

Todos os modelos disponíveis no lançamento de mercado estão equipados com a nova caixa automática de nove relações 9G-Tronic, que gere a mudança de relações a um nível de rotações muito baixo, o que lhe assegura consumos mais reduzidos face à geração anterior e níveis de ruído também mais baixos.