Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Retoma no jogo. Casinos geram mais receita em 2015

  • 333

YOSHIKAZU TSUNO / AFP / Getty Images

A receita nos casinos subiu em 2015 para 288 milhões (+8%) após um ciclo sempre a cair

A retoma chegou aos casinos. Após um ciclo de perdas sucessivas, o jogo nos 11 casinos portugueses entrou em 2015 em modo de prosperidade. A receita apurada foi 288 milhões de euros e traduz uma recuperação de 8%.

Segundo os dados da associação do sector, os jogos tradicionais de banca apresentaram uma recuperação de 12% face a 2014, superior à registada pelos jogos de máquina (7,2%). É neste segmento que mais faz sentir a concorrência dos outros jogos e da oferta online .

Lisboa lidera

O casino de Lisboa permanece como o campeão das receitas, impulsionando as receitas do universo do empresário Stanley Ho. A sala do grupo Estoril Sol teve receitas de 79 milhões de euros, um aumento de 7,8% face a 2014.

O casino do Estoril surge na segunda posição com 61 milhões de euros (+6,5%). No grupo Estoril Sol, o casino da Póvoa foi o que mais recuperou (+12,7%), gerando 42 milhões de euros.

O grupo Solverde, que explora o jogo de Espinho, Chaves e Algarve (três salas) registou receitas de 78 milhões de euros, uma subida de 8,4% face a 2014. O melhor desempenho verificou- se nos casinos do Algarve - as receitas aumentaram 9,3% para 30 milhões de euros.

Na Figueira da Foz (Amorim Turismo), a receita (15 milhões de euros) teve uma subida inferior a 1%. Já a sala de jogo de Tróia (partilhada pelo Fundo Aquaris e pela Amorim Turismo) foi a que mais cresceu, mas partia de uma base mais baixa. O crescimento foi de 37% e a receita ficou nos 4,4 milhões de euros.