Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas europeias em terreno positivo. Lisboa no vermelho

  • 333

Depois de uma abertura "mista", as principais bolsas europeias estão a registar ganhos, apesar de nova derrocada na China e de contágio na Ásia. Lisboa e outras bolsas mais pequenas estão em terreno negativo

Jorge Nascimento Rodrigues

Depois de uma abertura "mista", as principais bolsas europeias estão em terreno positivo. Os índices Ibex 35 e MIB, respetivamente, das bolsas de Madrid e Milão estão a liderar as subidas. O índice Eurostoxx 50 (das cinquenta principais cotadas da zona euro) está em terreno positivo.

Apesar da derrocada nas duas bolsas chinesas e do contágio a toda a Ásia, as principais praças financeiras parecem resistir ao contágio chinês na abertura da sessão europeia. Os futuros em Wall Street estão, também, em terreno positivo.

A bolsa de Lisboa regista perdas de perto de 0,5%, encontrando-se num "clube" de bolsas europeias menos importantes que estão no vermelho. Meia hora depois da abertura, estavam a negociar em terreno negativo, para além de Lisboa, as bolsa da Áustria, Dinamarca, Eslovénia, Estónia, Hungria, Irlanda, Letónia, Lituânia, Noruega, Polónia, República Checa e Roménia. A trajetória em algumas destas bolsas não está, ainda, definida.

O preço do barril de Brent, a variedade europeia de referência internacional, está a descer 2,6%, registando 33 dólares, mas a quebra está a perder velocidade.

  • As bolsas de Xangai e Shenzhen, depois de uma recuperação na sexta-feira passada, regressam à dinâmica de crash. Austrália, Coreia do Sul, Filipinas, Hong Kong e Taiwan são os países mais afetados pelo contágio. Preço do Brent em queda