Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Não nasciam tantas empresas desde 2007

  • 333

Serviços e Retalho são os sectores que lideram o número de constituições e insolvências

Fonte: Análise Informa D&B

Em 2015, foram criadas 37.698 sociedades, mais 5,2% que em 2014. Encerramentos aumentaram 3,6%. Saldo é positivo: por cada uma que morreu nasceram 2,4

Ainda é cedo para se afirmar com convicção que, depois da tempestade, chegou a bonança. Afinal, os eventos financeiros e económicos têm-se sucedido em catadupa nos últimos anos e a imprevisibilidade continua a fazer-se sentir. O indicador de clima económico, que mede as expectativas dos empresários dos diferentes sectores, diminuiu entre outubro e dezembro, segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística esta semana, tal como o indicador de confiança dos consumidores. Contudo, o dinamismo do tecido empresarial em Portugal dá sinais consistentes de recuperação: nunca nasceram tantas empresas como em 2015, desde pelo menos 2007 quando começou a ser calculado este barómetro. Comparando com 2010, que antecedeu à entrada da troika no país, verifica-se um crescimento de 20% no número de sociedades constituídas: mais 6353 em 2015 do que nesse ano.

Leia mais na edição deste fim de semana