Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Alsa - Anular subconcessões “terá custos. E muitos!”

  • 333

O Governo mudou o modelo de gestão dos transportes públicos

Rui Duarte Silva

Espanhóis que iam gerir a STCP garantem que a anulação deste concurso sairá muito cara

A posição dos espanhóis da Alsa — pertencente ao gigante dos transportes National Express — não se fez esperar. Depois de saberem que o Governo português tinha anunciado formalmente a anulação das subconcessões de transportes em Lisboa e no Porto, partiram para a guerra contra o Governo de António Costa.

A Alsa tinha ganho a subconcessão da gestão dos autocarros da STCP, e o seu administrador delegado em Madrid, Javier Carbajo, queria “apostar forte” nesta operação.

A anulação do Governo de António Costa deitou por terra os projetos do Grupo National Express no Porto. E esta decisão portuguesa foi recebida em Madrid como uma bomba, que levou o diretor de desenvolvimento das operações internacionais da Alsa, Rubén Prada, a afirmar: “Isto é um sinal muito mau para o investimento estrangeiro em Portugal”.

Mas o responsável internacional da Alsa não se ficou por aí. “O Governo de Portugal não pense que isto não vai ter custos”, alertou, especificando: “Não pense que os encargos com esta decisão se vão ficar por devoluções de cauções! Vai ter custos, e muitos!”

Leia mais na edição deste fim de semana