Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EDP Renováveis com condições para reforçar investimento eólico nos EUA

  • 333

Extensão dos incentivos fiscais relacionados com o sector eólico nos Estados Unidos da América cria condições para reforçar a presença da empresa portuguesa no país

A EDP Renováveis (EDPR) anunciou hoje que a extensão de incentivos fiscais relacionados com o sector eólico nos Estados Unidos da América cria condições para reforçar a sua presença no país, que constitui o seu principal mercado de crescimento.

Em comunicado ao mercado, a empresa liderada por Manso Neto informou que “a melhoria do enquadramento para o desenvolvimento de novos projetos de energia eólica cria condições que permitem à EDPR executar mais projetos competitivos nos EUA e reforçar a sua presença no país que é atualmente o seu principal mercado de crescimento”.

A EDP Renováveis informou que o presidente dos EUA assinou o Consolidated Appropriations Act 2016, que inclui a extensão de incentivos fiscais relacionados com o sector eólico no país.

Como resultado desta lei, acrescenta, os projetos eólicos que iniciem construção antes de 01 de janeiro de 2020 serão elegíveis para o programa de dez anos de créditos fiscais associados à produção de energia.

A extensão de cinco anos inclui adicionalmente um programa de acordo com o qual o valor do crédito será reduzido em 20% nos parques cuja construção se inicie depois de 31 de dezembro de 2016 e antes de 01 de janeiro de 2018; em 40% se a construção se iniciar após 31 de dezembro de 2017 e antes de 01 de janeiro de 2019; e em 60% se a construção se iniciar após 31 de dezembro de 2018, e antes de 01 de janeiro de 2020.

A EDP Renováveis explica que existe ainda a possibilidade de optar por um crédito fiscal do investimento inicial em substituição dos referidos créditos fiscais associados à produção de energia, durante o mesmo período e com as mesmas percentagens.