Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banca não sabia que ia ser chamada para salvar o Banif

  • 333

Tiago Miranda

Associação Portuguesa de Bancos diz que aguarda que o Governo e/ou o Banco de Portugal esclareçam a decisão que foi tomada para salvar o Banif

Os bancos foram apanhados de surpresa quanto aos contornos da solução encontrada para salvar o Banif. O Expresso sabe que houve uma reunião esta segunda-feira de manhã na Associação Portuguesa de Bancos (APB). Em cima da mesa esteve a gestão por parte das autoridades, Governo e Banco de Portugal, do dossiê Banif.

A APB apenas diz oficialmente que "aguarda que o Governo e/ou o Banco de Portugal a contactem sobre a decisão tomada em relação ao Banif e seus contornos.”

O Expresso sabe que os bancos não sabiam que iam ser chamados a injetar mais 489 milhões de euros no Fundo de Resolução para a solução encontrada pelo Governo e pelo Banco de Portugal. Os bancos representados no Fundo de Resolução não foram ouvidos sobre o que se estava a passar, refere uma fonte da banca.

O processo, segundo afirmou o ministro das Finanças, Mário Centeno, foi liderado pelo Banco de Portugal. Mas o supervisor da banca não terá contactado, nem mesmo informalmente, os bancos do sistema.

Os bancos têm agora mais uma fatura de 489 milhões de euros, a somar aos 4,5 mil milhões de euros relativos à intervenção no BES.