Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas da Europa fecham ‘mistas’ e preço do Brent em queda

  • 333

Londres, Zurique, Paris e Frankfurt fecham com ganhos abaixo de 0,8%, mas Milão e Madrid encerram no vermelho. PSI 20, em Lisboa, sobe 1,23%. Preço do Brent desce 2,6% para 37,44 dólares. Índice de matérias-primas acelera queda

Jorge Nascimento Rodrigues

A sessão bolsista terminou na Europa com ganhos em Londres, Zurique, Paris e Frankfurt, mas perdas em Milão e Madrid, entre as principais praças financeiras. Faltam menos de três horas para que seja conhecida a decisão sobre política monetária da Reserva Federal norte-americana, que, no caso de optar pelo início da subida das taxas de juro, poderá ter impactos importantes nos mercados financeiros.

A maior subida, entre as bolsas europeias mais importantes, registou-se com o índice FTSE 100 de Londres que ganhou 0,73%. No caso de Amesterdão o ganho ficou pouco acima da linha de água. O índice Eurostoxx 50 (das cinquenta principais cotadas da zona euro) subiu apenas 0,11%, depois de ter estado a ganhar quase 1%. Face aos ganhos globais de terça-feira na Europa acima de 1,9%, a sessão de hoje registou subidas modestas.

Na Bolsa de Lisboa, o índice PSI 20, fechou a ganhar 1,23%, depois de ter chegado a subir mais de 1,7% por altura da abertura da sessão em Nova Iorque. As maiores subidas ocorreram nas bolsas de Atenas, com o índice geral a fechar com ganhos de 3,09%, e de Budapeste com o índice a avançar 2,69%. Os ganhos na bolsa helénica, bem como a descida de 16 pontos base das yields das obrigações gregas a 10 anos, devem-se ao impacto positivo local da aprovação do segundo pacote de ações prioritárias, exigidas pelo terceiro resgate, no Parlamento na sessão de terça-feira à noite.

À hora de fecho da sessão europeia, o Dow Jones 30 estava ligeiramente acima da linha de água e o S&P 500 ganhava 0,21%. São ganhos muito modestos em Wall Street em relação à subida de mais de 1% do índice MSCI para os Estados Unidos na terça-feira.

Nos mercados de matérias-primas, o preço do barril de petróleo de Brent, de referência na Europa, fechou, à hora do encerramento da sessão europeia, a descer para 37, 44 dólares, uma redução de 2,6% em relação ao fecho das cotações na terça-feira. O preço está em trajetória descendente, ainda que a alguma distância do mínimo de sete anos registado a 14 de dezembro, quando desceu, durante o dia, para 36,76 dólares.

O índice global de preços das matérias-primas da Bloomberg estava a cair 0,84% à hora de fecho da sessão europeia. A queda está a acelerar-se, já que pelas 14h30 o índice recuava 0,11%.