Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banif perdeu mil trabalhadores em quatro anos

  • 333

Tiago Miranda

O Banif vai fechar o ano com 1600 trabalhadores. Em 2011 tinha mais mil. Os balcões hoje são metade

O emagrecimento do Banif não é de hoje. Há quatro anos que o banco entrou em reestruturação, o que aliás levou a sua administração a mudar: desde 2012 que Jorge Tomé é o seu presidente executivo, ao lado de Luís Amado, “chairman”.

No final de 2011, o Banif tinha 2.683 trabalhadores, numa rede de 344 balcões. Hoje, a situação é bem diferente. No final deste ano, sobrarão 1.600 trabalhadores, menos 40% do que então. A rede sofre uma redução superior, de mais de metade: hoje há 154 balcões do Banif de porta aberta em todo o país.

O futuro destes trabalhadores e da dimensão da rede depende do futuro do banco, que está neste momento a ser decidido. Se a operação de venda tiver sucesso, o Banif poderá vir a ser integrado em estruturas já existentes em Portugal, o que pode levar à redução quer de balcões, quer do número de trabalhadores. Se, pelo contrário, o Banif foi comprado por um novo operador em Portugal, o impacto de uma reestruturação será menor.

Conforme o Expresso noticiou no sábado, Santander, Banco Popular e Apollo estão envolvidos em conversações. Estes são três dos seis interessados neste momento. O negócio tem calendário apertado, até 31 de dezembro.