Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Menos de um terço dos portugueses compram pela internet

  • 333

No Reino Unido mais de 80% da população faz compras online, mas em Portugal o comércio eletrónico cativa apenas 31% dos habitantes, segundo os mais recentes dados do Eurostat

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Na União Europeia, a maioria da população entre os 16 e os 74 anos já compra pela internet: são 53% os cidadãos que durante 2015 declararam ter feito encomendas online. Mas em Portugal a penetração desse meio de consumo é inferior, não chegando a um terço da população.

Os dados divulgados esta sexta-feira pelo Eurostat mostram que em Portugal apenas 31% dos cidadãos encomendam produtos e serviços pela internet, um nível de adesão ao consumo digital que é muito inferior ao dos países que mais aderem às compras online.

No Reino Unido há 81% de consumidores que fazem encomendas pela internet, na Dinamarca são 79% os que compram por esta via, no Luxemburgo são 78% e na Alemanha 73%.

Em termos médios, a União Europeia apresenta uma taxa de 53% de adesão ao comércio eletrónico, ultrapassando a meta de 50% que tinha sido traçada na Agenda Digital da União para 2015. Em 2007, a penetração das compras online era de apenas 30%.

Segundo o Eurostat, entre quem encomendou produtos pela internet a roupa e os produtos desportivos foram os artigos preferidos. E 70% destes consumidores declararam não ter tido qualquer problema com as suas transações.

Por outro lado, entre os utilizadores de internet que em 2015 não fizeram nenhuma compra online, 75% explicaram que preferem comprar pessoalmente nas lojas e 27% manifestaram preocupação com a privacidade e a segurança dos pagamentos.