Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Dono da Fidelidade desaparecido, chineses dizem que foi detido

  • 333

ERIC PIERMONT / AFP / Getty Images

Guo Guangchang é o maior acionista e presidente da Fosun, que em Portugal comprou a seguradora Fidelidade e os Hospitais da Luz

Guo Guangchang, presidente e principal acionista da Fosun, está incontactável desde o meio-dia (hora local), ou seja, 4h desta quinta-feira em Portugal. Segundo a imprensa chinesa, o líder da Fosun, que em Portugal comprou a seguradora Fidelidade e os hospitais da Luz, foi detido pela polícia chinesa no aeroporto de Xangai.

Não é ainda claro em que qualidade foi levado pelas autoridades - se apenas para interrogatório, como testemunha, ou detido como suspeito. Em causa poderão estar suspeitas de corrupção, segundo a agência noticiosa Caixin.

Em agosto, um tribunal de Xangai considerou provado que Guo Guangchang tinha ligações inapropriadas a Wang Zongnan, que foi condenado a 18 anos de cadeia pelo "desvio" de fundos quando liderava várias empresas apoiadas pelo Estado chinês.