Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Wall Street abre com ganhos. Europa continua no vermelho

  • 333

Os índices da bolsa de Nova Iorque registam subidas na abertura, invertendo a quebra de mais de 1% do dia anterior. Na Europa, as bolsas continuam a registar quedas, com Amesterdão a liderar. Vítor Constâncio disse que "mercados entenderam errado" o pacote do BCE

Jorge Nascimento Rodrigues

As bolsas nova-iorquinas abriram no verde esta sexta-feira, cortando com a trajetória na Europa que continua no vermelho pelo segundo dia consecutivo reagindo negativamente ao pacote que “soube a pouco” de mais estímulos monetários do Banco Central Europeu (BCE) divulgado no dia anterior.

Menos de vinte minutos depois de Wall Street ter aberto pelas 14h30 (hora de Portugal), o índice Dow Jones 30 já registava ganhos de mais de 1% e o índice S&P 500 subia perto de 1%. O índice Nasdaq, na bolsa das tecnológicas, subia 0,96%.

Na Europa a maré vermelha continuava, ainda que os índices estejam a registar, agora, perdas abaixo de 1%. Amesterdão liderava as quedas. O índice PSI 20, da Bolsa de Lisboa, perdia perto de meio por cento.

“Temos de reconhecer que os mercados entenderam errado [o pacote do Banco Central Europeu divulgado na quinta-feira em Frankfurt] em virtude das suas expectativas, mas não foi intenção nossa”, disse o presidente Vítor Constâncio em declarações esta sexta-feira ao canal norte-americano CNBC. Acrescentou que “quando os mercados perceberem toda a extensão do novo pacote isto [a reação negativa desde ontem] talvez seja corrigido”. Talvez, Nova Iorque tenha começado a "entender".

A poucos minutos da conferência de imprensa do presidente da OPEP em Viena, o preço do barril de petróleo de Brent cotava abaixo de 43 dólares, depois de ter fechado na quinta-feira em 44,05 dólares, registando uma subida de quase 4%. A 2 de dezembro, a cotação fixou o mínimo do ano em 42,29 dólares.

  • A sessão bolsista na Ásia Pacífico fechou com perdas superiores a 2% na China e no Japão. A Europa abriu no vermelho com Zurique e Madrid a liderarem as quedas entre as principais praças. PSI 20 com perdas em linha com trajetória europeia