Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Desemprego em França atinge valor mais alto desde 1997

  • 333

CHARLES PLATIAU / Reuters

Os mais penalizados são os jovens, sublinha o instituto de estatísticas francês

A taxa de desemprego em França atingiu os 10,6% no terceiro trimestre, o que representa uma subida de 0,2 pontos face ao trimestre anterior, anunciou esta quinta-feira o INSEE - Instituto Nacional de Estatística e Estudos Económicos.

Os jornais franceses, nas suas edições online, referem que este é o valor mais alto registado na taxa de desemprego da segunda economia europeia desde 1997, quando o indicador chegou aos 10,7%. O "Le Figaro" sublinha que este valor põe em causa "a promessa do Presidente François Hollande de inverter duradouramente a curva do desemprego", pelo que "a condição que ele próprio impôs para se candidatar a um segundo mandato, em 2017, fica um pouco mais distante..."

"É um aumento que atinge todas as faxas etárias, mas afeta de forma particular os mais jovens", sublinha o INSEE, que apresenta uma taxa de 24,6% para o grupo entre os 15 e os 24 anos, o que reflete uma subida de 0,8 pontos num ano.

Esta terça-feira, os números oficiais relativos à economia alemã apresentaram uma tendência contrária à de França. Na maior economia europeia, a taxa de desemprego relativa a novembro caiu para 6,3%, contra 6,4% em outubro, atingindo o seu valor mais baixo desde a reunificação do país, em 1990.