Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

TAP e Azul iniciam voos partilhados

  • 333

VINICIUS COSTA / AFP / Getty Images

Companhia aérea portuguesa passará a voar para mais 20 destinos no Brasil servidos pela rede doméstica da Azul, companhia aérea brasileira de um dos novos dono da TAP, David Neeleman

A partir do próximo dia 10, a TAP e a companhia aérea brasileira passarão a ter disponibilizar voos partilhados para mais de 20 destinos no Brasil. A Azul não participou diretamente na compra de 61% da companhia aérea portuguesa pelo consórcio Atlantic Gateway, em que o seu presidente e acionista David Neeleman entrou através da sua holding pessoal, mas as sinergias e complementaridade operacionais entre ambas as transportadoras eram expectáveis.

Assim, a TAP passará a oferecer, em voos identificados com o seu próprio código, um conjunto de novos serviços para mais de 20 destinos no Brasil servidos pela rede doméstica da Azul, nomeadamente, Aracaju, Cascavel, Criciúma, Cuiabá, Campo Grande, Dourados, João Pessoa, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, Ilhéus, Juiz de Fora, Joinville, Bauru, Londrina, Maceió, Maringá, Marília, Navegantes, Sinop, Palmas, Pelotas, Porto Velho, Ribeirão Preto, Rio Branco, São José, Teresina, Uberaba, Uberlândia e Vitória.

“Num mercado com a importância e dimensão continental do Brasil, em que a TAP tem apostado fortemente em termos de melhor penetração e abrangência geográfica, este acordo de code-share com a Azul, com a qualidade de serviços e foco no Cliente que a caracterizam, aumenta consideravelmente a diversidade e atratividade das opções colocadas à disposição dos nossos Clientes, alargando e consolidando a já vasta rede de destinos da TAP no Brasil e constituindo mais um importante pilar para o estreitamento de uma parceria em construção”, sublinha José Guedes Dias, diretor de Alianças e Relações Externas da TAP, em comunicado enviado às redações.

Pelo seu lado, a Azul passará a disponibilizar serviços identificados com o seu código nos voos da TAP entre os 12 pontos de entrada servidos no Brasil - Fortaleza, Natal, Recife, Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Porto Alegre, Manaus e Belém – e Portugal.

“Com o início do code-share com a TAP, estamos ampliando os horizontes de nossos Clientes, que poderão utilizar os excelentes serviços da companhia aérea portuguesa para viajar principalmente para a Europa e África. A TAP é a companhia europeia com mais voos para o Brasil e, sem dúvida, este é um dos aspetos que torna essa parceria ainda mais estratégica. Além disso, teremos um nível ainda melhor de serviço, com conexões combinadas entre as aéreas”, afirma Marcelo Bento, diretor de Planeamento e Alianças da Azul.

  • David Neeleman, o brasileiro e norte-americano que integra o consórcio comprador 61% do capital da companhia aérea portuguesa, vendeu 23,7% da brasileira Azul aos chineses do HNA Group