Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Ministério da Economia dá prioridade ao investimento

  • 333


O investimento é uma prioridade para o Governo, defende Manuel Caldeira Cabral. O novo ministro da Economia defende que “é urgente criar mais e melhor emprego” e diz que a recuperação económica "ainda é frágil"

A criação de emprego, "bem como o acelerar do crescimento económico" são fundamentais, por isso, "a forte prioridade" do novo ministério da Economia "será o investimento", afirmou Manuel Caldeira Cabral, na abertura do quarto aniversário do "Dinheiro Vivo", no painel dedicado ao papel das empresas na recuperação económica.

"A recuperação da economia está ainda frágil", pelo que o papel das empresas "é fundamental" para a criação de emprego e para o acelerar do crescimento, defende o ministro da Economia na sua primeira intervenção pública. E explica porquê: "É pela sua capacidade de assumir riscos que podemos criar valor, criar emprego e aumentar a produtividade". A taxa de desemprego estava nos 12,4% em outubro deste ano, segundo os dados do INE revelados ontem.

Será dada no mandato do Governo "prioridade ao crescimento económico, redução do desemprego e das desigualdades", frisou o ministro da Economia.

"Vivemos um momento com muitas incertezas e enormes desafios" tanto para Portugal, como para a Europa, por isso, o novo Governo terá "de lidar com dificuldades e restrições internas e externas que limitam o leque de ações", sublinhou Manuel Caldeira Cabral. Porém, afirma, o Executivo "está confiante no projeto mobilizador propõe para o país".