Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas. Ásia fecha no vermelho e Europa segue tendência negativa

  • 333

Com a bolsa de Tóquio fechada, as bolsas asiáticas fecharam mistas, mas o índice global registou uma perda ligeira. Na Europa, Zurique, Amesterdão, Paris e Londres lideram quedas. PSI 20 abre no vermelho. Índice de preços das matérias-primas caiu mais de 1% durante a sessão asiática

Jorge Nascimento Rodrigues

As bolsas na Ásia Pacífico fecharam esta segunda-feira em terreno negativo, com uma queda ligeira de 0,2%, com as principais bolsas a encerrarem “mistas” no início da semana. A bolsa de Tóquio esteve encerrada em virtude de feriado no Japão.

Os índices asiáticos caíram na China, Hong Kong e Índia, e fecharam com ganhos em Sidney, Seul e Taiwan, com o índice KOSPI sul-coreano a liderar as subidas com um avanço de 0,7%. Na China, o índice composto de Xangai perdeu 0,56%, tal como o índice CSI 300 (das trezentas principais cotadas nas bolsas de Xangai e Shenzhen).

A sessão deste segunda-feira na Ásia ficou marcada por uma quebra de 1,18% no índice de preços das matérias-primas fornecido pela Bloomberg. Com quedas acima de 2% registavam-se pelas 8h30 (hora de Portugal), os preços do níquel, do barril de crude WTI norte-americano, do barril de Brent e do gás natural.

A Europa abriu, também, no vermelho, com as quedas nos principais índices das bolsas de Zurique, Amesterdão, Paris e Londres a liderarem a trajetória negativa pelas 8h30 (hora de Portugal). O índice PSI 20, da Bolsa de Lisboa, seguia a tendência europeia, caindo mais de 0,5%.

Os futuros em Wall Street estão em terreno negativo.

  • A capitalização bolsista à escala mundial quase subiu 3% durante a semana. A praça de Nova Iorque destacou-se com ganhos semanais de 3,2%. PSI 20 de Lisboa fecha semana com ganhos de 2,7%. O pior desempenho em novembro está a registar-se na Europa