Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Novo Banco supera em muito insuficiência de capital dos outros oito bancos avaliados pelo BCE

  • 333

As insuficiências de capital identificadas pelo Banco Central Europeu a cinco dos nove bancos europeus agora avaliados ascendem a 1,74 mil milhões de euros, só o Novo Banco precisa de quase 1,4 mil milhões

O pior resultado entre nove bancos avaliados pelo BCE foi o Novo Banco. A insuficiência de capital detetada para os cinco bancos que chumbaram nos testes de stresse agora realizados ascendeu a 1,74 mil milhões, dos quais 1,398 mil milhões são do Novo Banco.

Foram analisadas nove instituições europeias consideradas pelo BCE importantes em termos de dimensão e risco para o sitema bancário dos respetivos países que não tinham sido avaliadas em 2014.

Entre os bancos europeus que chumbaram no cenário adverso dos testes de esforço agora anunciados mas que já colmataram as exigências de solidez detetadas estão dois bancos da Áustria (o Sberbank Europa e o VTB Bank, com insuficiências de 138 milhões de euros e 102,7 milhões, respetivamente), um banco francês (a Agence Française de Développment com 95,9 milhões de euros) e em Malta o Mediterranean Bank com 5,4 milhões de insuficiência de capital.

Entre os bancos que superaram os testes com avaliação positiva, tanto no cenário base como no cenário adverso, está o belga Banque Degroff, o luxemburguês J.P. Morgan Bank Luxemburgo, o eslovaco Unicredit Banka e o finlandês Kuntarahoitus Oyi.