Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Economia abranda no 3.º trimestre

  • 333

A economia portuguesa estagnou no terceiro trimestre de 2015 face ao trimestre anterior. Em termos homólogos, o Produto Interno Bruto cresceu 1,4%, anunciou a estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatística

A economia portuguesa estagnou no terceiro trimestre de 2015 face ao trimestre anterior e cresceu 1,4% em relação a igual período de 2014, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

"Comparativamente com o segundo trimestre, o Produto Interno Bruto (PIB) registou uma taxa de variação nula em termos reais (0,5% no segundo trimestre). O contributo da procura interna foi negativo devido principalmente à redução do Investimento, enquanto a procura externa líquida contribuiu positivamente, tendo as Importações de Bens e Serviços diminuído de forma mais intensa que as Exportações de Bens e Serviços", diz o INE.

De acordo com a estimativa rápida do INE, em termos homólogos, o PIB registou um aumento de 1,4% em volume no terceiro trimestre de 2015 face à variação de 1,6% no trimestre anterior.

"O contributo positivo da procura interna diminuiu no terceiro trimestre, refletindo a desaceleração do Investimento e, em menor grau, do consumo privado", explica o INE. Adianta que a procura externa líquida registou um contributo negativo para a variação homóloga do PIB, "porém de magnitude inferior à observada no segundo trimestre".

Acrescenta que "esta estimativa rápida tem implícito um ganho de termos de troca superior ao verificado no trimestre anterior, com o deflator das importações a registar uma redução significativa, em resultado nomeadamente da diminuição dos preços dos bens energéticos".