Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Há menos famílias a não conseguir pagar a casa

  • 333

José Caria

Ainda há 149 mil famílias que não pagam o crédito à habitação, mas o incumprimento está a diminuir, de acordo com os dados do Banco de Portugal

O número de famílias que deixaram vencer o pagamento do empréstimo à habitação baixou pelo segundo trimestre consecutivo, depois de em março ter atingido um pico máximo em seis anos, notiica hoje o "Público". No final do terceiro trimestre, em setembro, havia 149 mil famílias em incumprimento do crédito da casa, menos 2674 casos do que no final do trimestre anterior.

Das 2.292.924 famílias com empréstimos à habitação concedidos pela banca, 6,5% estão com o crédito vencido, indicam os dados do Banco de Portugal (BdP). Tal como o número absoluto de famílias em incumprimento, este rácio desceu pelo segundo trimestre consecutivo (no final de junho estava nos 6,6%), mas continua no mesmo nível de há um ano atrás.

O número de famílias que deixaram de pagar a casa ao banco atingiu no final de março os 154 mil, o valor mais alto desde o terceiro trimestre de 2009. Apesar de o valor ter baixado no final de junho para 151,7 mil e, no trimestre terminado em Setembro, para 149 mil, há mais famílias em incumprimento do que quando se iniciou o ano.

Se o número de casos diminuiu ao longo do período compreendido entre março e setembro, o mesmo não aconteceu em relação à percentagem de empréstimos vencidos. Dos 104.388 milhões de euros registados no balanço dos bancos como empréstimos à habitação, 2,9% dizem respeito a situações em que os clientes não cumpriram ou não conseguiram cumprir os prazos de pagamento. Esta percentagem é igual ao valor registado no final do segundo trimestre, altura em que o rácio de crédito vencido tinha aumentado depois de um período em que se manteve nos 2,8% durante três trimestres.