Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

“A Alemanha vai perder um fiel aliado em Portugal”

  • 333

STEPHANIE LECOCQ/EPA

Editor do “The Telegraph”, que escreve sobre Portugal com frequência, diz que “a mudança de regime em Lisboa poderá dar início a uma varridela por forças de esquerda em todo o sul da Europa

"Um Governo socialista liderado por António Costa vai privar a Alemanha de um fiel aliado no seus esforços para manter a disciplina orçamental e impulsionar reformas na zona euro", escreve Ambrose Evans-Pritchard no jornal inglês "The Telegraph". "Tem sido sempre crucial para a narrativa política alemã sobre a crise da dívida da UEM que os argumentos pró-austeridade deviam ser feitos pelos líderes políticos nos países periféricos." Algo que, com a subida do PS ao poder, deixará de acontecer em Portugal.

Ambrose Evans-Pritchard é editor do "The Telegraph" e, na sua análise, o que suceder em Portugal pode contagiar Espanha.

"A mudança de regime em Lisboa poderá dar início a uma varridela por forças de esquerda em todo o sul da Europa, se os socialistas espanhóis se unirem a novos partidos insurgentes no país para desalojarem a direita nas eleições do próximo mês."

Nesse caso, prossegue Evans-Pritchard, haveria "um 'bloco latino' emergente, com peso para enfrentar a Alemanha e pressionar uma revisão fundamental da estratégia económica da UEM." Recorde-se que Portugal, durante a vigência do anterior Governo, liderado por Pedro Passos Coelho, foi elogiado com frequência pelos governantes alemães. Mas a mudança política em Portugal muda esse cenário, com potencial para alterar o equilíbrio político em torno das políticas de austeridade. "No mínimo, a química política da zona do euro mudaria para lá do reconhecimento", conclui.