Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

EUA: Emprego sobe mais do que o previsto. Probabilidade de subida das taxas de juro da Fed dispara

  • 333

O emprego não-agrícola nos Estados Unidos subiu em 271 mil novos postos de trabalho em outubro, substancialmente mais do que o previsto pelos analistas. Probabilidade de início da subida das taxas de juro pela Reserva Federal já na reunião de dezembro dispara para 72%

Jorge Nascimento Rodrigues

O emprego não-agrícola nos Estados Unidos subiu em 271 mil novos postos de trabalho em outubro,dos quais 268 mil no sector privado, divulgou esta sexta-feira o Bureau of Labor Statistics (BLS), antes de Wall Street abrir. Era um número muito esperado pelos analistas e investidores antes da abertura de Wall Street e do Nasdaq (pelas 9h30 em Nova Iorque,14h30, hora de Portugal).

Os ganhos de emprego em outubro - sobretudo nos sectores de serviços profissionais e às empresas, saúde, retalho, restauração e construção - foram superiores às previsões dos analistas que variavam entre 180 mil e 203 mil, e substancialmente acima dos 137 mil registados em setembro. A taxa de desemprego desceu de 5,1% em setembro para 5% em outubro, o nível mais baixo desde abril de 2008, sublinha a Reuters. A taxa de subemprego desceu para 9,8%.

Depois de conhecido o número, a probabilidade de uma subida das taxas de juro já na próxima reunião da Reserva Federal norte-americana (Fed) em dezembro disparou, de 58% no fecho de ontem para 72%, com base nos futuros das taxas de juro da Fed acompanhados pelo observatório da CME. Recorde-se que, no final da semana passada, dois dias depois da reunião da Fed, aquela probabilidade estava em 47%.

Os futuros associados aos índices Dow Jones e S&P 500 negociavam em terreno negativo depois da divulgação do relatório do BLS.