Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Espanha com crescimento robusto até 2017

  • 333

A Comissão Europeia espera que Espanha, o principal destino das exportações portuguesas, cresça acima da média da zona euro em 2016 e 2017

A Comissão Europeia (CE) traça para Espanha um ambiente económico muito favorável, com um crescimento acima da média europeia durante quatro anos consecutivos (2014-2017). A equipa do comissário Pierre Moscovici revê em alta as previsões de crescimento para 2015 (de 2,8% para 3,1%) e de 2016 (de 2,6% para 2,7%). O governo de Madrid está mais otimista, defendendo os valores de 3,3% e 3%, respetivamente.

Após um forte início do ano, “o ritmo do crescimento económico em Espanha vai começar a desacelerar no terceiro trimestre. Ainda assim, o crescimento vai manter-se robusto no período em análise, suportado por uma evolução positiva do mercado laboral, melhoria no acesso ao crédito por parte de empresas e famílias e melhoria na confiança, ajudados pelos baixos preços do petróleo", indica o relatório da CE.

A CE refere que as reformas laborais reduziram os custos da mão-de-obra ajudaram a que o crescimento do Produto Interno Bruto em 2015 mais do que duplique face aos 1,4% de 2014. Espanha fica na liderança do crescimento, entre as grandes economias da zona euro, seguida pela Holanda e Alemanha.

Espanha continua a ser um dos países com taxas acima dos 20%, mas com tendência a diminuir, ainda que a um ritmo menor da registada em 2015. "A moderação salarial" e o facto de "os aumentos nos custos unitários de mão-de-obra" terem sido "ligeiros" continuam a dar uma perspetiva de "crescimento robusto" do emprego em Espanha.