Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Sérgio Monteiro vai vender Novo Banco

  • 333

Alberto Frias

Ex-secretário de Estado dos Transportes será contratado pelo Fundo de Resolução através de um contrato de prestação de serviços, que terá a duração necessária até à venda do banco

Sérgio Monteiro vendeu quase tudo o que havia para vender no Estado enquanto passou pelo Governo. Agora que saiu vai continuar a fazer aquilo que o notabilizou, ao ser contratado para vender o Novo Banco.

O ex-secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações vai tornar-se a peça fundamental em todo o processo de alienação do Novo Banco. Uma espécie de PMO (project management officer) que será responsável máximo pela venda.

A sua contratação resulta da necessidade detetada pelo Banco de Portugal e pelo Novo Banco de ter alguém exclusivamente ligado ao projeto, já que as pessoas que atualmente tinham essa responsabilidade acumulavam com outras funções dentro do regulador do sector financeiro.

O facto de Sérgio Monteiro ter acumulado uma experiência significativa nos últimos anos nos vários processos de privatização que liderou e de ter passado pela banca de investimento tornaram a sua escolha bastante fácil. O ex-secretário de Estado será contratado pelo Fundo de Resolução através de um contrato de prestação de serviços, que terá a duração necessária até à venda do banco.

Durante o processo de escolha, os vários bancos do sistema que contribuem para o Fundo de Resolução foram contactados através da Associação Portuguesa de Bancos de modo a validarem o nome de Sérgio Monteiro. A nova cara da venda vai manter o vínculo à Caixa Banco de Investimento. Nem Sérgio Monteiro nem o Banco de Portugal estiveram disponíveis para comentar.