Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Banif cai para novo mínimo de sempre

  • 333

As ações do Banif desceram esta terça-feira 7,7%, para um novo mínimo histórico de €0,0024. Na última semana e meia o banco perdeu 30,5% do seu valor. O facto de ser uma ação com um preço muito baixo, as incertezas sobre o futuro do banco e a queda do sector da banca em Bolsa contribuem para a descida

As ações do Banif desceram esta manhã 7,7% em Bolsa, para um novo mínimo de sempre de €0,0024, que eleva para 30,5% a queda de valor do banco no espaço de uma semana e meia. Se na véspera eram precisas 250 ações do banco para pagar um café de 65 cêntimos, com a desvalorização desta manhã seriam necessárias mais de 270 ações para idêntica transação.

"Os investidores duvidam que o Banif vá conseguir pagar o empréstimo ao Estado (Cocos) e temem que essa dívida possa ser convertida em capital, diluindo muito a posição dos acionistas", diz Albino Oliveira, analista da Fincor.

Ainda não se sabe o que pretende o Estado fazer do banco, do qual detém 60,5% do capital, depois de ter injetado €700 milhões. O Estado recapitalizou ainda o banco com €400 em obrigações de capital contingente (CoCos).

No final do ano passado, o banco liderado por Jorge Tomé deveria ter pago €125 milhões ao Estado, o montante correspondente à última fatia do empréstimo de €400 milhões. O banco, que já devolveu €275 milhões, tem apontado as dificuldades na venda da seguradora Açoriana e de outros ativos (nomeadamente imobiliários) como impedimentos à liquidação da dívida.

As preocupações dos investidores acentuaram-se na última semana e meia, após declarações trocadas entre PS e coligação PSD/CDS. O líder socialista, António Costa, referiu que a coligação havia deixado "cair surpresas desagradáveis em cada reunião" com vista à viabilização de um governo e acusou o PSD/CDS de "omissões gravíssimas" acerca das contas públicas.

Maria Luís de Albuquerque acabou por emitir um comunicado, durante o fim de semana, referindo que "nessas reuniões que não foram "suscitadas quaisquer preocupações ou informações sobre temas que não sejam do conhecimento público", nomeadamente no"caso do processo de privatização da TAP ou a investigação aprofundada sobre o Banif iniciada pela Direcção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia."

Já ontem, o Banif teve a pior performance da Bolsa nacional. "Os efeitos positivos do discurso do Presidente do Banco Central Europeu são agora ultrapassados pelo factores fundamentais de cada instituição. A esse nível, o Banif aguarda ainda a aprovação do seu plano de reestruturação por parte da Comissão Europeia", referiu Pedro Ricardo Santos numa análise.

O Banif vale agora €109 milhões em Bolsa. Desde o início do ano desvalorizou 58%.

  • Um café custa... 250 ações do Banif

    O Banco Internacional do Funchal continua a cair em Bolsa. Esta manhã, voltou a atingir um novo mínimo histórico. Cada ação vale 0,0026 euros. Um quarto de cêntimo