Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Volkswagen ultrapassada pela Toyota nas vendas

  • 333

FRANCK ROBICHON / EPA

7,49 milhões de carros Toyota vendidos entre janeiro e setembro deste ano, contra 7,43 milhões da Volkswagen. A fabricante alemã foi destronada pela indústria japonesa. Será preciso esperar mais pouco para perceber se o escândalo dos motores manipulados vai puxar ainda mais baixo as vendas mundiais da VW.

O fabricante de carros japonês Toyota, que foi “destronado” no primeiro semestre pelo alemão Volkswagen, reconquistou o primeiro lugar nas tabelas de vendas de automóveis nos primeiros nove meses do ano, segundo dados publicados esta segunda-feira.

Entre janeiro e setembro, a Toyota vendeu mais de 7,49 milhões de veículos, contra 7,43 milhões da Volkswagen, que neste período ainda não tinha sido afetada pelo escândalo dos motores manipulados para distorcer os resultados das emissões poluentes.

Os dois grupos viram as suas vendas recuar em proporções idênticas (-1,5%).

No caso da Toyota, a diminuição explica-se com as vendas a meio gás no Japão (-7,8%), onde a recuperação económica é muito frágil, enquanto a Volkswagen sofreu com o mau desempenho de determinados mercados, incluindo a China e o Brasil.

Só nos próximos meses é que vai ser possível, portanto, avaliar o impacto do escândalo nas vendas do alemão Volkswagen.

A 18 de setembro foram conhecidos publicamente os resultados de testes a emissões poluentes de viaturas equipadas com motores ‘diesel’ do grupo Volkswagen, relativamente às marcas Volkswagen, Audi, Seat e Sköda, concluindo-se pela existência de viaturas equipadas com um dispositivo que permite a manipulação de informação relativa a emissões poluentes.

O grupo alemão admitiu a existência de 11 milhões de carros nestas circunstâncias, e em Portugal, de acordo com informação divulgada pela SIVA, representante das marcas Volkswagen, Audi e Sköda, estima-se que existam cerca de 94 mil viaturas afetadas, mais 23 mil da marca Seat, totalizando 117 mil veículos.