Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

O motor da Europa está a gripar?

  • 333

O Governo de Angela Merkel reviu esta semana em baixa o crescimento da economia e tenta, em simultâneo, gerir o efeito devastador do caso ‘dieselgate’, da Volkswagen

Hannibal Hanschke / Reuters

Governo de Angela Merkel
 cortou previsões de crescimento e o ritmo
 das exportações continua a diminuir

A resposta à pergunta não é simples. O Governo alemão recentemente cortou as suas previsões de crescimento em uma décima para 2015 e chamou a atenção para uma desaceleração na expansão anual das exportações em 2015 e 2016 superior ao abrandamento do aumento nas importações.

Em abril, o Executivo de Angela Merkel previa um crescimento de 1,8% este ano; agora aponta para 1,7%. Mesmo assim são taxas anuais acima das previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI) que, também, reviu em baixa as suas previsões para a Alemanha: 1,5% em 2015 e 1,57% em 2016.

Em termos trimestrais, a taxa de crescimento do PIB desceu de 1,6% no quatro trimestre de 2014 para 1,2% no primeiro trimestre de 2015, mas depois subiu, de novo, para 1,6% no segundo trimestre, para eventualmente ter descido para 1,5% no terceiro trimestre, segundo o modelo de previsões da Trading Economics. Mesmo assim níveis acima da média trimestral desde 1992 que se situa em 1,3%. Desde a crise financeira, o máximo de crescimento trimestral registou-se no primeiro trimestre de 2011, com uma taxa de 6%, e o mínimo no segundo trimestre de 2009 com uma quebra brutal de 7,9%.

Leia mais na edição deste fim de semana