Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Um cheque até 15 mil euros, VALE?

  • 333

Nos próximos anos, os fundos europeus estruturais e de investimento assumir-se-ão, cada vez mais, como um dos pilares essenciais da política económica em Portugal, dado o potencial para despoletar os estímulos necessários ao desenvolvimento e correção de assimetrias que persistem no país.

O Programa Portugal 2020 atribui uma especial atenção (e dotação) às necessidades de micro, pequenas e médias empresas, reconhecendo o seu papel fundamental no tecido económico nacional. Neste contexto, foram criados os “vales”, uma espécie de “cheques” destinados a apoiar, nas empresas de menor dimensão, as áreas de inovação, internacionalização, investigação e desenvolvimento e empreendedorismo, mediante o acesso a conhecimento especializado que, sendo crucial, nem sempre é conciliável com a escassez de recursos com que estas entidades se debatem.

Através dos “vales” procura-se estimular a aquisição de estudos e diagnósticos específicos, naquelas áreas, a realizar por entidades acreditadas para o efeito, atribuindo um incentivo a fundo perdido máximo, por projeto, de 15.000 euros. A expetativa é que a concretização, com sucesso, de pequenos projetos alicerçados em fatores dinâmicos de competitividade, possa induzir impactos muito significativos nas organizações promotoras de tais iniciativas (e, por arrastamento, na economia).

Com uma adesão assinalável por parte das empresas, os concursos associados aos referidos apoios decorrem, para já, de forma contínua. Como os recursos são limitados, não adie mais a sua decisão, pelo que não deixe para amanhã o que pode e vale... a pena investir hoje!

por Ana Margarida Santos - Este projeto resulta de uma parceria entre o Expresso e a Deloitte

ATÉ AO FIM DO ANO, O EXPRESSO VAI PUBLICAR TODAS AS SEMANAS UMA IDEIA PARA POUPAR NOS IMPOSTOS, NUMA PARCERIA COM A DELOITTE. NO TOTAL, SERÃO 50 CONSELHOS. VEJA AQUI A LISTA DE ARTIGOS JÁ PUBLICADOS