Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

São precisas 181 horas de trabalho para comprar um m2 em Lisboa

Em Phnom Penh são precisas 2948 horas de trabalho para adquirir um metro quadrado no centro da cidade. Em Lisboa são necessárias 181 horas, com o m2 na capital a rondar, em média, os €1800

Olavo Cruz

Estudo da Century 21 compara 72 cidades de todo o mundo quanto ao custo da habitação

Um português com um salário médio (com a hora de trabalho a valer cerca de €10) tem de trabalhar 181 horas para conseguir comprar apenas um metro quadrado de uma casa no centro de Lisboa. Em Londres, onde o preço das casas é 15 vezes mais caro do que em Lisboa (€28.170 para €1808), são necessárias 1360 horas de trabalho para custear apenas um m2. E em Pequim, na China, onde as duas variáveis estão nos limites (os salários são baixos e o m2 é alto, situando-se nos €7050), é preciso trabalhar 2047 horas para se conseguir comprar apenas um m2 na cidade.

O exercício integra um estudo detalhado da Century 21 Portugal — “Housing Global Trends”, efetuado em colaboração com a Confidencial Imobiliário, empresa especializada em índices do sector — que analisou as atuais dinâmicas do mercado imobiliário internacional de 45 países (de um total de 75 países onde a Century está presente) com o objetivo de perceber quais são as recentes tendências relativamente ao fluxo de quem compra casa no seu próprio país e também quem está a investir no estrangeiro.

Assim, para comparar o custo da habitação em 72 cidades de 45 países do mundo, foi apurado o número de horas de trabalho necessárias para que um cidadão local consiga comprar um metro quadrado de uma habitação standard na cidade.

Leia mais na edição deste fim de semana