Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Preços caem na zona euro, mas sobem em Portugal

  • 333

A inflação homóloga da zona euro e da União Europeia desceu -0,1%, voltando a valores negativos, mas os preços em Portugal registaram a segunda maior subida

As taxas de inflação homólogas da zona euro e da União Europeia (UE) foram, em setembro, de -0,1% cada, voltando a valores negativos, mas Portugal registou a segunda maior subida de preços (0,9%), divulgou hoje o Eurostat.

A inflação homóloga da zona euro foi, em agosto, de 0,1%, da UE de 0,0% e de Portugal de 0,7%.

Já em setembro de 2014, a taxa de inflação homóloga da zona euro era de 0,3%, da UE de 0,4% e a de Portugal tinha-se fixado nos 0,0%.

Em setembro, foram registadas taxas de inflação homólogas negativas em 17 Estados-membros, com os valores mais baixos em Chipre (-1,9%), na Roménia (-1,5%) e em Espanha (-1,1%).

As mais elevadas observaram-se em Malta (1,6%), em Portugal, na Bélgica e na Suécia (0,9% cada).

Face a agosto, os preços baixaram em 18 Estados-membros, mantiveram-se estáveis noutros quatro e aumentaram em seis.

A baixa inflação tem impactos significativos na evolução da economia. Preocupado com isso, o Banco Central Europeu (BCE) tem em marcha um programa de compra de ativos em larga escala para combater a deflação e estimular a economia.

O BCE tem como mandato uma taxa de inflação da zona euro inferior, mas próxima, dos 2%.