Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Investimento imobiliário cresce 30% e vai já nos €1632 milhões

  • 333

Só no terceiro trimestre do ano foram investidos 679 milhões de euros no imobiliário em Portugal, dos quais apenas 1% tiveram origem em investidores nacionais

Entre julho e setembro foram investidos em Portugal €679 milhões no sector imobiliário, dos quais apenas 1% com origem em capital nacional.

Dados hoje divulgados pela consultora JLL indicam que desde o início do ano o investimento acumulado no imobiliário ronda já os €1.632 milhões, superando em 30% o nível mais elevado atingido no mercado português (€1.253 milhões, em 2007). Do total investido ao longo de 2015, 86% é proveniente de investidores estrangeiros.

Portugal está, aliás, em linha com o resto da Europa onde, segundo a mesma consultora, os resultados do investimento imobiliário no 3º trimestre apontam para valores da ordem dos €59,3 mil milhões, mais 24% do que em igual período do ano passado (um crescimento de 4% em dólares norte-americanos).

No acumulado do ano, a Alemanha é o mercado europeu com melhor performance, com o volume de investimento imobiliário “a crescer 46% face aos primeiros nove meses de 2014, na sequência de um 3º trimestre muito forte”, resumem os analistas da JLL.

Aquela economia, considerada o motor da Europa, faturou €13,5 mil milhões no 3º trimestre, traduzindo um crescimento de 79% face ao período homólogo.

“Os volumes de investimento registados no Reino Unido no 3º trimestre ficaram cerca de 18% abaixo do 3º trimestre do ano anterior, mas no acumulado do ano continuam 11% acima de 2014. Em França, depois de um 2º trimestre relativamente fraco, os volumes de investimento recuperaram 56% no 3º trimestre face ao mesmo período de 2014 para €5,7 mil milhões”, pode ler-se no relatório da JLL.

No continente americano o investimento em imobiliário fixou-se nos 229 mil milhões de dólares, no 3º trimestre, 10% acima dos números registados em igual período de 2014.