Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsa de Lisboa abre no vermelho

  • 333

Jerónimo Martins e Teixeira Duarte estão a pressionar o PSI-20 para o vermelho

A Bolsa de Lisboa abriu esta segunda-feira em terreno negativo, com o PSI20, o principal índice da praça lisboeta, a cair 0,11%, para os 5.512,70 pontos.

Na sexta-feira, o índice de referência da bolsa de Lisboa encerrou a sessão a subir 0,42%, para os 5.518,53 pontos, acompanhando a tendência positiva dos mercados europeus de referência, com a Mota-Engil a crescer quase 6%.

Das 18 cotadas que integram o PSI20, 11 subiram, uma ficou inalterada e as restantes seis desvalorizaram. Nas cotadas, a Galp abriu a ganhar 0,55% para 10,095 euros, depois de ter apresentado, esta manhã, resultados relativos ao terceiro trimestre de 2015 e que apontam para o aumento da produção de crude e de produtos petrolíferos.

Igual comportamento, mas a subir 2%, tem mostrado a Mota-Engil que este domingo anunciou que vai aumentar capital para retirar a subsidiária de África da bolsa de Amesterdão. A Mota-Engil está a subir para 2,295 euros. O aumento de capital deverá aprovado em assembleia-geral a realizar-se a 23 de novembro. 6,1 euros é o valor proposto para a recompra das ações, que fecharam a valer 3,37 euros na última sexta-feira.

A Jerónimo Martins é a cotada que mais cai, quase 3%, seguida da Teixeira Duarte, e estão a pressionar a Bolsa de Lisboa para o vermelhor

No resto da Europa, os ganhos nas principais praças variaram entre os 0,54% de Paris e os 1,27% de Madrid.