Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Juros da dívida portuguesa em alta. Grécia com forte redução de juros

  • 333

Os juros das Obrigações do Tesouro português a 10 anos foram os que mais subiram esta terça-feira entre os periféricos no mercado secundário. Pela primeira vez desde dezembro de 2014, os juros das obrigações helénicas desceram para o patamar dos 7%

Jorge Nascimento Rodrigues

Se, na segunda-feira, as yields das Obrigações do Tesouro português (OT) no prazo de referência, a 10 anos, foram as que mais desceram em toda a zona euro, esta terça-feira registou-se o contrário – foram as que mais subiram no mercado secundário da dívida soberana. As yields naquele prazo subiram para 2,4%, um aumento de oito pontos base em relação ao dia anterior.

Esta terça-feira duas agências de notação, Fitch e Moody’s, emitiram opinião sobre os resultados eleitorais de domingo em Portugal sublinhando os riscos para a consolidação orçamental e a implementação de reformas estruturais em virtude da perda de maioria absoluta por parte da coligação de partidos que suportavam o governo anterior.

Em contraste, as yields das obrigações gregas a 10 anos prosseguiram a trajetória descendente com uma redução significativa de 22 pontos base, situando-se, pela primeira vez desde dezembro de 2014, abaixo de 8%. Fecharam em 7,97%.