Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Wall Street abre em terreno positivo. Bolsa de Lisboa no grupo da frente na Europa

  • 333

Os principais índices norte-americanos abriram com ganhos esta segunda-feira. Na Europa, um grupo de seis bolsas negociavam ao início da tarde a subir mais de 3%

Jorge Nascimento Rodrigues

As bolsas norte-americanas abriram em terreno positivo. Em Wall Street, o Dow Jones subia mais de 0,8% e o S&P 500 registava ganhos superiores a 0,9% poucos minutos depois de abrir pelas 9h30 (14h30, de Portugal). No Nasdaq, da bolsa das tecnológicas, o índice avançava 0.7%.

Na Europa, a maré de ganhos prosseguia com um grupo de seis bolsas a registar ganhos acima de 3% pelas 14h30 (hora de Portugal). A Bolsa de Lisboa incluía-se nesse grupo, com o seu principal índice, o PSI 20, a subir mais de 3% na primeira sessão a seguir às eleições legislativas ganhas por maioria relativa pela coligação governamental incumbente. O grupo de ganhos acima de 3% era formado pelas bolsas de Moscovo (com o índice RTSI a subir mais de 4%), Madrid, Paris, Amesterdão, Atenas e Lisboa.

A Ásia foi a primeira “região” a fechar esta segunda-feira em terreno positivo com os índices BSE Sensex, da bolsa de Mumbai, e S&P/ASX200 da bolsa de Sidney a liderarem as subidas com mais de 2%. Os índices da Bolsa de Tóquio fecharam a ganhar mais de 1% e o Hang Seng, da Bolsa de Hong Kong, subiu 1,6%, As bolsas chinesas estiveram uma vez mais fechadas, em virtude de feriados que se iniciaram a 1 de outubro e só terminarão dia 7.

Os mercados financeiros estão marcados por um momento positivo na entrada do último trimestre do ano com os analistas na expetativa que a Reserva Federal norte-americana adie a decisão de iniciar a subida das taxas de juro para 2016 (as probabilidades do observatório da CME assim o indicam), que o Banco Central Europeu acabará por anunciar uma ampliação do atual programa de compra no mercado secundário de dívida pública de membros do euro (com exceção da Grécia) e que o Banco do Japão ainda este mês e o governo nipónico venham a alargar os atuais programas de estímulos.

O início desta semana é marcado pelos resultados das eleições legislativas em Portugal (sem menhuma maioria absoluta dos dois principais votados) e pela primeira reunião do Eurogrupo (órgão informal de reunião dos ministros das Finanças dos membros do euro) após as eleições em Portugal, na Grécia e na Catalunha. O Eurogrupo, reunido mjo Luxemburgo, aprecia esta tarde o plano de concretização da primeira fase do terceiro programa de resgate à Grécia, onde esta segunda-feira o governo de Alexis Tsipras apresenta o Parlamento o programa para a legislatura e as linhas gerais do orçamento para 2016.