Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Wall Street fecha com perdas pelo terceiro dia consecutivo

  • 333

As bolsas de Nova Iorque registaram perdas uma vez mais. Os analistas consideram que a situação nestes mercados financeiros é de “zona de nervos”. A volatilidade subiu, mas está ainda abaixo da registada no final da semana passada

Jorge Nascimento Rodrigues

Os índices de Wall Street fecharam no vermelho esta quinta-feira. O Dow Jones caiu 0,48% e o S&P 500 perdeu 0,34%, quebras superiores às de quarta-feira. No Nasdaq, a queda foi de 0,38%. O índice MSCI para os Estados Unidos fechou a cair 0,36%. É o terceiro dia consecutivo em que as bolsas nova-iorquinas não conseguem sair de terreno negativo. A pior sessão da semana verificou-se no dia 22 com uma queda superior a 1% do índice MSCI.

A volatilidade subiu esta quinta-feira 4,38%. O designado índice de pânico financeiro associado ao S&P 500 fechou em 23,10 dólares, um nível ainda ligeiramente abaixo do registado no final da semana passada.

O fecho negativo de Wall Street segue-se a um dia de perdas nas bolsas europeias e no conjunto da Ásia. O índice MSCI para a Europa caiu 0,89% e o relativo à Ásia recuou 0,72%. As maiores quedas bolsistas acima de 2% verificaram-se esta quinta-feira nos índices de Tel Avive, Estocolmo, Tóquio, Milão, Amesterdão e Zurique.

Os analistas falam de uma “zona de nervos” nos mercados bolsistas, derivada da incerteza sobre os movimentos até final do ano da Reserva Federal norte-americana (Fed) e do Banco Central Europeu, bem como do andamento da economia Chinesa e das restantes principais economias emergentes. A intervenção de Janet Yellen, a presidente da Fed, esta quinta-feira na Universidade do Massachusetts Amherst, daqui a menos de meia hora, vai ser analisada ao detalhe.