Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Jorge Mendes é segundo agente desportivo mais poderoso do mundo

  • 333

RUI DUARTE SILVA

De acordo com a revista Forbes, Mendes terá negociado 950 milhões de dólares [848,5 milhões de euros] em transações envolvendo jogadores, de que resultaram pelo menos 95 milhões de dólares [85 milhões de euros] em comissões

O português Jorge Mendes é o segundo agente desportivo mais poderoso do mundo, com 950 milhões de dólares (848,5 milhões de euros) em transações ativas envolvendo jogadores, noticia a revista norte-americana Forbes.

De acordo com a publicação, através da empresa Gestifute, o ‘superagente’ Jorge Mendes “representa alguns dos nomes mais notáveis” do futebol europeu, entre os quais o português do Real Madrid Cristiano Ronaldo.

“O mercado europeu (…) com as suas comissões sem restrições e comissões de transferência que rapidamente aumentam de valor, permitiram a Mendes negociar mais de 950 milhões de dólares [848,5 milhões de euros] em transações envolvendo jogadores, de que resultaram pelo menos 95 milhões de dólares [85 milhões de euros]”, pode ler-se no artigo.

No artigo intitulado “Os agentes desportivos mais poderosos do mundo 2015”, é ainda referido o facto de Jorge Mendes representar o avançado português Cristiano Ronaldo, bem como o seu colega de equipa James Rodríguez, além de Ángel Di María (Paris Saint Germain) ou Diego Costa (Chelsea).

“Mendes é tão apreciado por Ronaldo que a estrela de futebol comprou-lhe uma ilha grega como presente de casamento neste verão”, apontam.

O agente desportivo em primeiro lugar na lista da Forbes é o norte-americano Scott Boras, que averbou 2,3 mil milhões de dólares (cerca de dois mil milhões de euros) com transações de jogadores da “Major League Baseball” (MLB), a liga de beisebol norte-americano, alcançando 117 milhões de dólares em comissões (104,5 milhões de euros).

A revista norte-americana divulgou também hoje uma lista das agências desportivas mais poderosas do mundo, na qual a Gestifute de Jorge Mendes surge em sexto lugar.

Em primeiro lugar na lista das maiores agências está a Creative Artists Agency (CAA), que tem em carteira mais de 6,4 mil milhões de dólares (5,7 mil milhões de euros) em contratos ativos de jogadores, de que resultaram 260 milhões de dólares (232 milhões de euros) em comissões.