Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Presidente da VW pode sair devido ao escândalo

  • 333

A Volkswagen nega que tenha em marcha a substituição do seu presidente-executivo, Martin Winterkorn, na sequência do escândalo nos EUA. Um jornal alemão avançou com a notícia de que o novo CEO da VW iria ser Matthias Mueller, que preside à Porsche

A substituição do presidente da Volkswagen, Martin Winterkorn, está iminente, na sequência do escândalo que envolve o grupo nos Estados Unidos.

O jornal alemão, Tagesspiegel noticiou, citando fontes não identificadas no conselho de supervisão da VW, que Winterkorn seria substituído por Matthias Mueller, que preside à Porsche.

Um porta-voz da VW negou a notícia, segundo a Reuters.

Mesmo antes de rebentar este escândalo nos EUA, já havia rumores de que Mueller poderia vir a substituir Winterkorn na liderança da VW.

O maior fabricante de automóveis europeu admitiu ter falseado os resultados dos testes de emissões nos seus veículos a diesel nos EUA e enfrenta uma multa que pode chegar a 18 mil milhões de dólares.

O grupo caiu mais de 35% e perdeu cerca de 27 mil milhões de euros em Bolsa desde que o caso rebentou, no final da passada sexta-feira, segundo dados da Reuters.

O caso está a provocar fortes perdas no setor automóvel e penaliza as Bolsas europeias hoje.