Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Despiste da VW arrasta setor automóvel e Bolsas derrapam

  • 333

Os danos causados pelo escândalo que rodeia a Volkswagen nos EUA são imprevisíveis. E o caso está ganhar maiores proporções. As ações da alemã estão sem travões e não param de descer em Bolsa. Hoje perdem 19% e todo o setor está em forte queda arrastando as Bolsas europeias para quedas acentuadas

A Volkswagen, o maior fabricante de automóveis europeu, segue a perder 19% em Bolsa, depois de ontem ter afundado no mercado, e arrasta o setor e as Bolsas na Europa para quedas acentuadas.

A empresa admitiu ter falseado resultados de testes de emissões nos seus veículos a diesel nos Estados Unidos.

O grupo alemão já perdeu mais de 27 mil milhões de euros em Bolsa, cerca de um-terço do seu valor, desde que rebentou o escândalo, no final da passada sexta-feira, segundo dados da Reuters. É o equivalente a mais de metade do índice português PSI-20.

As ações da alemã estão em mínimos de quatros anos. O sector seguia a afundar 8%, às 14H15, pressionando as Bolsas europeias. O índice europeu FTSEurofirst 300 desliza 2,8%, o alemão Dax cai 3,2%. Em Lisboa, o PSI-20 perde 2,5%.

"Há receios de que outros fabricantes possam ser alvo de investigações", diz Steven Santos, gestor do BiG.

Entretanto, um porta-voz da VW já desmentiu que a empresa tivesse decidido substituir o seu presidente-executivo, Martin Winterkorn, segundo a Reuters.

O grupo enfrenta uma multa nos EUA que pode chegar a 18 mil milhões de dólares. Hoje, anunciou um corte das suas estimativas para os resultados já que vai ter de contabilizar provisões de 6,5 mil milhões de euros no terceiro trimestre para cobrir custos com o escândalo nos EUA e outros mercados.

Reguladores de países europeus mas também da Ásia anunciaram que vão analisar as práticas da VW, que nos EUA admitiu ter usado software que beneficia resultados de testes de emissões dos carros. O software está instalado em 11 milhões de veículos, mais do que o número de carros que a alemã vende por ano.