Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Bolsas no Ocidente. Wall Street aguenta-se em terreno positivo e Europa fecha “mista”

  • 333

Os principais índices bolsistas em Nova Iorque estão ligeiramente em terreno positivo a duas horas de se conhecer a decisão da Reserva Federal sobre a subida ou não dos juros. As bolsas europeias, tal como na Ásia, fecharam “mistas”

Jorge Nascimento Rodrigues

Os três principais índices bolsistas em Nova Iorque estão ligeiramente em terreno positivo a duas horas da Reserva Federal (Fed) comunicar a decisão do seu comité de política monetária desfazendo as dúvidas sobre o início do processo de subida das taxas de juro ou o seu adiamento.

A decisão da Fed será comunicada pelas 14 horas locais (19 horas em Portugal) e a conferência de imprensa da sua presidente, a economista Janet Yellen, para meia hora depois. Os analistas e economistas estão profundamente divididos sobre qual a decisão que será tomada pelo comité de política monetária norte-americano que está reunido desde quarta-feira. A decisão que for anuncidada ao início da tarde em Washington terá repercussão ainda na parte final da sessão dos mercados financeiros nas Américas.

Na Europa, a sessão bolsista fechou esta quinta-feira “mista”, com importantes índices, como o Dax alemão, o CAC 40 francês, o MIB italiano e o Ibex 35, a fecharem com ganhos, e outros relevantes, como o FTSE 100 britânico, o AEX holandês e o SMI suíço a registarem perdas. O PSI 20, da Bolsa de Lisboa, fechou em terreno positivo, com ganhos de 0,29%. O Ibex 35 da Bolsa de Madrid liderou as subidas na Europa, registando um ganho de 1,3%.

O fecho na Europa foi similar ao das principais bolsas na Ásia, com os índices de Xangai e Hong Kong a fecharem quinta-feira no vermelho, e os restantes, como os da Bolsa de Tóquio, Seul e Mumbai, e encerrarem a sessão em terreno positivo.