Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

BCE não mexe nas taxas de juro

  • 333

A reunião de política monetária do Banco Central Europeu decidiu não mexer nas taxas diretoras de juros que continuam em mínimos históricos. A atenção vira-se, agora, para a conferência de imprensa às 13h30 em Frankfurt

Jorge Nascimento Rodrigues

Na reunião desta quinta-feira, o Conselho do Banco Central Europeu (BCE) decidiu que a taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito permanecerão inalteradas em 0,05%, 0,30% e -0,20%, respetivamente. Este quadro de taxas diretoras mantem-se sem mexidas desde setembro de 2014.

A atenção vira-se, agora, para a conferência de imprensa em Frankfurt às 13h30, onde Mario Draghi, que faz hoje 68 anos, terá de responder a questões quentes como a apreciação da situação na China, o impacto da volatilidade financeira recente na zona euro, os recados (como o publicado esta quinta-feira pelo Fundo Monetário Internacional) para estender o programa de quantitative easing para além do final de setembro de 2016 e quando integrará a Grécia no programa de compra de obrigações soberanas no mercado secundário de dívida pública. Aguardam-se também previsões sobre a inflação (que não tem descolado de 0,2% há três meses consecutivos) e o crescimento na zona euro.

  • Os riscos negativos para a conjuntura mundial agravaram-se, avisa o relatório do Fundo para a reunião de ministros das Finanças e banqueiros centrais do G20 que se inicia na sexta-feira. BCE deve estender o seu programa de compras de títulos públicos e privados se a inflação não descolar e a Alemanha deve reduzir o seu excedente externo e investir em infraestruturas