Siga-nos

Perfil

Economia

Economia

Negociações para a venda do Novo Banco fracassaram

  • 333

Nuno Botelho

Banco de Portugal não chegou a acordo com a Anbang para a venda do Novo Banco e encerrou negociações com os chineses. Segue-se o segundo classificado nas propostas, o fundo norte-americano Apollo. Mas Fosun também pode ser chamada

O Banco de Portugal informou na manhã desta terça-feira em comunicado que as negociações com os chineses da Anbang, para a venda do Novo Banco, falharam e foram encerradas. Segue-se o próximo episódio.

"Terminou ontem o período de negociação com o potencial comprador que havia sido selecionado para a fase IV do procedimento relativo à alienação do Novo Banco", lê-se no comunicado do supervisor.

"Por não ter sido alcançado um acordo, o Banco de Portugal decidiu hoje terminar aquelas negociações e convidar para negociações, no âmbito da fase IV, o potencial comprador que apresentou, na fase anterior, a proposta qualificada em segundo lugar".

Ou seja, os chineses da Anbang dão agora lugar à mesa das negociações aos norte-americanos do fundo de private equity Apollo ou a chinesa Fosun. Isto proque o BdP avança que "a proposta vinculativa entregue pelo terceiro potencial comprador permanece integralmente válida". Assim, na corrida ainda estão, oficialmente, os dois outros candidatos escolhidos para a reta final da venda do Novo Banco.

Segundo apurou o Expresso, ainda nem Apollo nem Fosun foram contactadas pelo Banco de Portugal poara se sentarem à mesa das negociações.